Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN)

As RPPNs – Reservas Particulares do Patrimônio Natural – foram planejadas, visando contribuir efetivamente para que uma pequena parcela deste nosso maravilhoso Planeta Azul seja preservada. Foram inicialmente criadas com base na Lei Municipal n° 937/2004, de 07.07.2004, através do Decreto Municipal n° 387 /2005, de 14 de fevereiro de 2.005, que dispõe sobre a criação das Reservas Particulares do Patrimônio Natural do Município de Cavalcante  –  RPPNMC, denominadas: 1 – Ponte de Pedra;    2 – Integra o Parque e 3 – São Bartolomeu.

A seguir, em 2013, com a postura mais democrática dos gestores do Parque Nacional e sugestão do ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, optamos por criar uma 4ª RPPN, de nome Maria Batista e ficar com toda a divisa com o Parque constituída por RPPNs.  Nossas RPPNs foram reconhecidas pelo Governo Federal através de Decreto do ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade publicado pelo Diário Oficial da União em 14.11.2013.

As RPPNs Ponte de Pedra, Integra o Parque, São Bartolomeu e Maria Batista totalizam 544.24 hectares e  objetivam:

  • Criar uma faixa de proteção ao Parque Nacional em toda sua divisa com a nossa propriedade;
  • Preservar de forma permanente atrativos naturais de grande beleza cênica;
  • Integrar e ampliar as APPs localizadas ao longo dos córregos Maria Batista, Jatobá e São Bartolomeu;
  • Contribuir para o intercâmbio genético da fauna e flora dos altiplanos da Chapada dos Veadeiros;
  • Integrar de forma permanente as áreas de preservação constituídas pelo Parque Nacional e as nascentes do Rio São Bartolomeu e do córrego Maria Batista;
  • Preservar os recursos hídricos.
  • Expandir o espaço integralmente protegido entre os limites externos da propriedade e o Parque Nacional formando o “CER-Corredor Ecológico Renascer”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *